Apresentação e Histórico

HISTÓRICO DA UFMS

A Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), teve sua origem em 1962, com a criação da Faculdade de Farmácia e Odontologia de Campo Grande, na cidade de Campo Grande, que seria o embrião do ensino superior público no sul do então Estado de Mato Grosso.

Em 26.07.1966, pela Lei Estadual nº 2.620, esses cursos foram absorvidos com a criação do Instituto de Ciências Biológicas de Campo Grande (ICBCG), que reformulou a estrutura anterior, instituiu departamentos e criou o curso de Medicina.

O Governo de Estado de Mato Grosso, em 1967, criou em Corumbá o Instituto Superior de Pedagogia e, em Três Lagoas, o Instituto de Ciências Humanas e Letras, ampliando assim a rede pública estadual de ensino superior.

Integrando os Institutos de Campo Grande, Corumbá e Três Lagoas, a Lei Estadual nº 2.947, de 16.09.1969, criou a Universidade Estadual de Mato Grosso (UEMT).

Em 1970, foram criados os Centros Pedagógicos de Aquidauana e Dourados; incorporados à UEMT.

Com a divisão do Estado de Mato Grosso, foi concretizada a federalização da instituição que passou a denominar-se Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, pela Lei Federal nº 6.674, de 5 de julho de 1979. O então Centro Pedagógico de Rondonópolis, sediado em Rondonópolis/MT, passou a integrar a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Além da sede em Campo Grande, em que funcionam seis unidades setoriais: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), Centro de Ciências Exatas e Tecnologia (CCET), Centro de Ciências Humanas e Sociais (CCHS), Faculdade de Medicina (FAMED), Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FAMEZ) e Faculdade de Odontologia (FAODO); a UFMS mantém Câmpus em Aquidauana, Chapadão do Sul, Corumbá, Coxim, Dourados, Paranaíba e Três Lagoas, descentralizando o ensino para atender aos principais pólos de desenvolvimento do Estado. Os Câmpus de Coxim e Paranaíba foram implantados em 2001. O Câmpus de Chapadão do Sul foi implantado em 2006. A UFMS criou, porém, ainda não implantou, os Câmpus de Naviraí e Ponta Porã.

A UFMS possui cursos de graduação e pós-graduação, ambos presenciais e a distância. Os cursos de pós-graduação englobam os cursos de especialização e os programas de mestrado e doutorado.

Visando atingir os objetivos essenciais de aprimoramento do ensino e estímulo às atividades de pesquisa e de extensão, a UFMS vem participando ativamente da preservação dos recursos naturais do meio ambiente de Mato Grosso do Sul, especialmente da fauna e flora do Pantanal, região onde está inserida.

 

HISTÓRICO DO CPCS

O Câmpus de Chapadão do Sul (CPCS), da UFMS, foi implantado em meados 2006, por iniciativa do Reitor Prof. Manoel Catarino Paes ‘Peró’ e, inicialmente, ofereceu o curso de Agronomia.

Por meio da inclusão da UFMS no Programa de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI) e o incentivo da atual Reitora, Profa. Dra. Célia Maria da Silva Oliveira, foi implantado o curso de Engenharia Florestal no CPCS, sendo que as aulas iniciaram em março de 2010. Acredita-se no potencial florestal do Estado de Mato Grosso do Sul e na demanda por profissionais que atuarão no setor.

Os dois cursos de graduação lotados no CPCS, Agronomia e Engenharia Florestal, são os únicos existentes na UFMS e proporcionam uma sólida formação profissional aos acadêmicos. Além de recursos físicos e humanos qualificados para atingir esta meta, o CPCS está localizado, estrategicamente, na mais importante região agrícola e florestal de Mato Grosso do Sul, denominada Bolsão Sul-mato-grossense. A região facilita a oferta de aulas práticas de extrema qualidade e de estágios profissionalizantes.

Assista ao nosso vídeo institucional aqui.